PROJETO ESPAÇO ABERTO

atividades "cultura, educação, esporte, entreternimento

A revolução do kit orgânico. Ou como garimpar R$ 360 milhões nas ruas de São Luís.

Postado originalmente em Panakuí:

 

 O que você, como Prefeito, faria com R$ 360 milhões de reais/ano?

DSCN2206O que daria para fazer com 360 milhões de reais?

Todos os dias Um Milhão de Reais é jogado fora. Em 2013 o desperdício, em São Luís, chegou a R$ 360 milhões de reais. Até quando?

São Luís jogou fora, durante todo o ano de 2013, R$ 360 milhões de reais em resíduo orgânico doméstico.
São Luís produz cerca de 500 toneladas/dia de resíduo doméstico, a sobra de comida. Avaliado em R$ 2.00 o quilo, durante o dia o prejuízo, para a população, alcança a cifra de um milhão de reais. Multiplicando por 30 dias, vezes os 12 meses, atinge-se a cifra de 360 milhões de reais.
Além do prejuízo, o dano à natureza é gravíssimo. Todo o material recolhido pela prefeitura, com um custo elevadíssimo por tonelagem, acabou inchando ainda mais o esgotado Aterro Sanitário…

Ver original 204 mais palavras

PALESTRA SOBRE O lIVRO “Sítio Ecológico , um guia para Salvar a Terra”, com o Autor Moisés Matias

Postado originalmente em Panakuí:

Ver original

(AudioBook) Civilização [Eça de Queirós]

(AudioBook) Civilização [Eça de Queirós].

Porto Velho: Sítio Ecológico atravessa fronteiras.

Porto Velho: Sítio Ecológico atravessa fronteiras..

Liga das Florestas

<a href=”” title=”Liga das Florestas”>Liga das Florestas

  • 1Salvar as florestas é mais do que uma obrigação dos brasileiros – é um direito. Você pode escrever a história e conservar o patrimônio ambiental do país ao apoiar a proposta de lei popular do desmatamento zero, que visa a evitar grandes desmatamentos e o aumento das áreas degradadas.
  • 2Uma lei popular precisa de 1,4 milhão de assinaturas de eleitores para ser aceita pelo Congresso. É o primeiro obstáculo de um tortuoso caminho político, que parece feito para evitar que a voz do povo chegue aos círculos do poder em Brasília. Mas nós do Greenpeace vemos obstáculos como incentivos, e convidamos você a fazer o mesmo.
  • 3Você é a favor do desmatamento da Amazônia e das outras florestas brasileiras? Nem a gente. O Brasil já tem área desmatada suficiente para dobrar sua produção de alimentos; basta que o campo receba investimentos em eficiência na produção e recuperação de áreas desmatadas. É para isso que servirá a lei do desmatamento zero.
  • 4Ajude a salvar as florestas do Brasil com o reforço dos seus amigos, e ainda entrar em uma competição emocionante para ganhar uma camisetas e kit com suvenirs do Greenpeace – é uma forma divertida de exercer a cidadania.

Memória Social

Memória Social

GATES

Programa CIRCUS

 Imagem

1. IDENTIFICAÇÃO:

Nome do Projeto: Centro de Investigação da Realidade Cultural e Social – CIRCUS

Instituição Proponente: Projeto Espaço Aberto

Endereço: Rua Amazonas, 4214 bairro Agenor de Carvalho

Telefone: (69) 9986 1499

2. CONSIDERAÇÕES GERAIS:

            O empreendedorismo pode ser abordado como a competência humana de transformar a própria realidade e a realidade à volta, gerando benefícios sociais e econômicos. Em linhas gerais, empreender é a habilidade de criar algo a partir do muito pouco ou quase nada. Fundamentalmente empreender é um ato criativo.

            A competência para empreender é uma faculdade humana que pode ser desenvolvida, independente do tipo de atividade transformadora que o empreendedor decida desenvolver, seja ela econômica, política, cultural, social ou outra.

            Ao idealizarmos a criação do Programa CIRCUS, buscamos a aglutinação de experiências básicas para a vida, deslocando o pensamento verbal e, difundindo o domínio da mente e do intelecto para a supressão das limitações verbais. Incentivando ao centro de investigação a preparação do indivíduo para todos os setores de habilitação do ser humano. E, para isso os termos interativos de inventividade estarão enquadrando e enjaulando a incoerência, como nociva ao desenvolvimento do talento, e descompromissando a intimidade como o principal inimigo ao crescimento pleno do ser, sem delimitação de períodos ou vidas; onde a caracterização a ser obtida e instrumentada seja o conhecimento e a capacidade agregados como atitudes e habilidades no processo de formação, reintegrando os elos de alcance dos objetivos dispersos, buscando a variedade existente no fluxo de informação rápida e fácil para a obtenção de respostas eficazes e duradouras, mostrando e difundindo a importância do homem sobre a terra.

            O adjetivo social qualificando o substantivo gestão é compreendido como o espaço privilegiado de relações sociais onde todos têm direito à fala, sem nenhum tipo de coibição (

Tenório, 2006).

            O Projeto sócio educativo e cultural integrando o profissional e o emocional será desenvolvido de acordo a ação de implementação e operacionalização do Programa denominado CIRCUS (Centro de Investigação da Realidade Cultural e Social) que visa desenvolver a capacidade para a transformação do ambiente, bem como possibilitar o uso de ferramentas gerenciais para a gestão de pequenos negócios.

 

3. JUSTIFICATIVA:

A grande importância dentro do âmbito educacional formador será de introduzir rapidamente os conceitos e aprendizagens adequadas para que o indivíduo, livremente exponha a sua idéia e concepção no tocante às deficiências próprias e coletivas existentes dentro do ensino e do desenvolvimento isolado.

Tendo da resultante a oportuna preparação e assimilação no uso adquirido da educação espontânea atribuindo ao resultado os valores significativos.

           

4. OBJETIVOS:

4.1. Objetivo Geral:

Estudar as características que devem ter um programa de formação e orientação (atividades sócio educativas e culturais): tendo como público prioritário, as famílias demandatárias da política de assistência social; as organizações sociais, rede sociais, conselhos e instituições afins, permitindo o aumento da profissionalização e desenvolvimento sustentável.

Elaborar indicadores e métodos de avaliação de programas de desenvolvimento em gestão em negócios.     

 

4.2. Objetivos específicos:

            Capacitar o participante para o entendimento e descrição do ambiente do projeto de forma clara e eficaz, oferecendo o conteúdo básico para a iniciação e o desenvolvimento do plano do projeto. O Programa CIRCUS abordará também os três processos de gerenciamento de projetos que são essenciais para o seu sucesso: execução, planejamento e pós-produção.

As etapas serão designadas de acordo com as faixas de assimilação, tendo a maior preocupação com a aplicação e a resolução dos fatos colhidos e subtendidos durante as aplicações.

De acordo com as resultantes será aplicada a continuidade dos estudos aos níveis superiores.

Todos os materiais colhidos serão analisados e publicados para a apreciação da sociedade, assim bem como encaminhadas aos parceiros compartilhadores.

 

5. METAS/ PRODUTOS/ RESULTADOS ESPERADOS:

Como resultado principal, ter-se-á uma metodologia de capacitação empreendedora para a comunidade, como via de transformação social e forma de acompanhamento e análise do trabalho desenvolvido.

Estuda-se a viabilidade de inserção do projeto em outras comunidades da região.               

Para cada uma dessas etapas, pesquisas foram realizadas para o desenvolvimento de materiais específicos, bem como formas de atendimento. Em paralelo à aplicação do modelo.

Modelos de projetos desenvolvidos para grupos específicos e pequenos negócios;

Modelos de projetos para trabalhar com alunos no Ensino Fundamental e Médio;

Conceitos de gestão para organizações que desenvolvem atividades junto às comunidades;

Cooperativas – formação de redes de trabalho;

Criação de eventos para a sensibilização do futuro administrador (alunos de administração) quanto à importância do seu papel no desenvolvimento da sociedade como um todo.

META

PRODUTO

RESULTADO

Como nasce um projeto;

Tempestade de idéias “Brainstorm”

Definir em qual setor atuar

Como formalizar um projeto;

Pesquisa do setor a atuar

Definir as necessidades

As etapas do planejamento;

Organização setorial das fases

Definir as tarefas das necessidades

Como elaborar o plano de gerenciamento do projeto;

Formação executiva

Definir quantitativos dos recursos humanos e materiais

Integrando as atividades do projeto;

Formação social

Definir a interação entre as idéias

Realizando o trabalho de acordo com o especificado;

Formação profissional

Definir o cronograma a ser seguido

Coordenando os recursos humanos envolvidos no projeto;

Formação Administrativa

Definir a comunicação social entre equipes

Buscando o atendimento dos objetivos do projeto;

Formação Sensorial

Definir as etapas principais e secundárias

Monitorando o progresso: comparando o planejado com realizado;

Formação de Auto-Crítica

Definir os caminhos de ajustes das idéias planejadas

Reuniões de acompanhamento do projeto: como documentar;

Formação Bibliotecária

Definir os arquivos de acordo com as fases relatando e documentando, fotografando e filmando

Controlando as mudanças dos projetos;

Formalização de plano “B”

Definir o plano secundário para prosseguimento do projeto em fases de readaptação

Encerrando os projetos e contratos;

Formalizando contratos e termos

Definir contratos e termos

Desenvolvendo o relatório de Lições Aprendidas;

Formalizando relatórios

Definir relatórios e lições a serem reaplicadas e redefinidas

 

6. METODOLOGIA/ ESTRATÉGIA DE AÇÃO:

            O Programa CIRCUS abordará os três processos de gerenciamento de projetos que são essenciais para o seu sucesso: execução, planejamento e pós-produção.

            As etapas serão designadas de acordo com as faixas de assimilação, tendo a maior preocupação com a aplicação e a resolução dos fatos colhidos e subtendidos durante as aplicações.

            De acordo com as resultantes será aplicada a continuidade dos estudos aos níveis superiores.

A aplicação do modelo e avaliação dos indicadores desenvolvidos será realizada através da aplicação do projeto em comunidades de Porto Velho – RO.

            A metodologia desenvolvida consiste nas etapas abaixo descritas:

  1. Formação de cinco (5) grupos com dez (10) integrantes cada.
  2. Palestras básicas de gestão de projetos.
  3. Consultorias para gerenciamento dos projetos, objetivando o aumento da profissionalização em gestão social cultural.
  4. Execução dos projetos desenvolvidos durante o Programa CIRCUS.
  5. Inicialmente o local foco do projeto consiste na loacalidade de Porto Velho – Rondônia.
  6. GRUPOS: PROGRAMAÇÃO

6.1 – MÚSICA – Escola de Música.

Apresentação musical em formato show

  1. Teologia Palestras
  2. Sociologia Palestras

6.2 – MULTIMÍDIA Escola Digital

Apresentação de mídia em formato digital

  1. Design Criativo
  2. Software Dominado
  3. Inclusão Digital Conexões e Palavra Chave

6.3 – PEDAGÓGICO/LITERÁRIO Bibliotecal

Apresentação teatral em formato teatro, poesias, livros

  1. O Pensamento Científico
  2. A Primeira Idade Literária
  3. A Sociedade da Leitura
  4. O Escritor Detectado
  5. O Pensador Detectado
  6. O Articulador Detectado
  7. Fonoaudiologia Palestras e Consultas
  8. Literatura Brasileira e Redação Palestras e Ensino
  9. Literatura Estrangeira Traduções e Leituras
  10. Literatura Nativa Palestras e Contos

 

  1. Capacitação

Apresentação em formato workshop

  1. Palestras Formuladoras
  2. Oratórias Formuladoras
  3. Conclaves Examinadores
  4. Psicologia Palestras e Consultas
  5. Advocacia Palestras e Consultas
  6. ENTRETENIMENTO

Apresentação de atividades esportivas em formato esporte

  1. Esportes Quadra
  2. Esportes Recreativos
  3. EXTRA BÔNUS

Apresentação de “Mostra e Resultados” em formato Show, Mídia e Teatro

 

            Todos os materiais colhidos serão analisados e publicados para a apreciação da sociedade, assim bem como encaminhadas aos parceiros compartilhadores.

Os projetos desenvolvidos são orientados pelas reflexões da linha de trabalho, em cujos desdobramentos está a criação de novas alternativas para a problemática relacionada ao desemprego.                                  

Propõem-se também a oferecer uma formação que permita tanto o aprofundamento da competência exigida pela gestão eficaz, quanto o aprofundamento da compreensão crítica dos limites da técnica.

Para que os objetivos da instituição sejam mais facilmente atingidos em técnicas de gestão sintonizados com a realidade na qual estão inseridos.

Formando se mercados regionais de porte compatível com os investimentos de capital necessários para a produção competitiva.

 

7. LOCALIZAÇÃO GEOGRÁFICA DAS AÇÕES:

            A aplicação do modelo e avaliação dos indicadores desenvolvidos será realizada através da aplicação do projeto em comunidades de Porto Velho/RO.

            Estuda-se a viabilidade de inserção do projeto em outras comunidades da região.

            Para cada uma dessas etapas, pesquisas foram realizadas para o acompanhamento e análise do trabalho desenvolvido.

 

 

8. PARCERIAS E GRUPOS DE COOPERAÇÃO:

PMPV

Prefeitura Municipal de Porto Velho

Período

Escola de música

Atividades Musicais; Palestras Teologia; Palestra Sociologia; Apresentação musical

 

CASAS de Apoio

Atividades Multimídia; Design criativo; Software dominado; Inclusão digital; Palavra chave

 

Bibliotecas

Atividades Pedagógico/Literário; Dramatização em formato de Teatro; Recital de poesias; Produção litarária;

a) O pensamento Científico

b) A primeira Idade Literária

c) A Sociedade da Leitura

d) O Escritor Detectado

e) O Pensador Detectado

f) O Articulador Detectado

g) Fonoaudiologia (palestras e consultas)

h) Literatura Brasileira e Redação (palestras e ensino)

i) Literatura Estrangeira (tradução e leituras)

j) Literatura Nativa (palestras e contos)

 

Auditórios

Workshop

a)      Palestras Formuladoras

b)      Oratórias Formuladoras

c)      Conclaves Examinadores

d)     Psicologia (palestras e consultas)

e)      Advocacia (palestras e consultas)

Entretenimento; Atividades esportivas; recreativas

 

Auditórios

Apresentação de Mostras e Resultados;

Show; Mídia Teatro

 

MP

Ministério Público

 

MTE/DRT

Ministério do Trabalho e Emprego

 

MDS

Ministério do Desenvolvimento Social

 

SEMDESTUR

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sócio Econômico

 

UNIR

Universidade Federal de Rondônia

 

OAB

Ordem dos Advogados do Brasil/RO

 

EMPRESAS

Empresários local, nacional e internacional

 

 

 

 

 

9. CAPACIDADE TÉCNICA E GERÊNCIAL PARA EXECUÇÃO DO OBJETO:

Nome: JOSÉ CARLOS DA COSTA FERNANDES

Data de Nascimento: 05.07.1965

Naturalidade: Douradina-MS

Filiação: José Fernandes Procópio e Veranilda da Costa Fernandes

Estado Civil: Solteiro

End: Av.: Amazonas, 4214 /esquina com Rua: Arruda Fontes Cabral (Rua 11)

Bairro: Agenor de Carvalho

Cep: 76.820-260, Porto Velho-RO

 

Residente em Porto Velho-RO desde 1969. Músico-(contra-baixista), Compositor, Co-fundador do grupo musical Nômades, Designer gráfico, Arquitetura Orgânica, Designer de Interiores, Designer de Móveis, precursor do movimento de festivais nos anos ’80, na cidade de Porto Velho/RO.

Produtor Cultural desde 1985 aos dias atuais.

 

Codinome

Carlos Metal

Fone

9986-1499

Email

carlosmettal@gmail.com

Msn

carlosmettal@hotmail.com

 

Realizações/Descrições:

Projeto Espaço Aberto/ 1985 a 2011:

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Praça das Caixas d’Água I” – 1985/Show Rock

Evento: “Semana de Calouros da Universidade Federal de Rondônia – UNIR” – 1985/Show Multi-Cultural

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Praça das Caixas d’Água” – 1985/Show Pop Rock

Evento: “Show Reggae e Rock – Sessão Maldita” – 1986/Orlando Costa e Grupo Boca do Mundo

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Praça das Caixas d’Água II” – 1986/Seresta Saudade

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Praça das Caixas d’Água III” – 1987/Rock’n’Concert

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Praça das Caixas d’Água IV” – 1988/Show Musical e Teatro Infantil

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Cine Teatro Recreio (Rio Branco-AC) – 1989/Show Rock

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Rock Vídeo” – 1990/SESC-RO

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Praça das Caixas d’Água” – 1990/Rock Raul

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Inhumas-GO” 1990/XXII GREMI – Festival

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Bar Wood River” – 1990/Banda Logan

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Balada do Madeira” – 2002 a 2005/Banda Logan, Banda S.A.

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Balada do Madeira” – 2002 a 2005/Banda Rock Soul Funk, Ossos do Ofício

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Madeira Rock Festival” – 2002/Show Pop Rock

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Projeto Planetário/Gates” – 2003/Multi-Cultural

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Win-Eco-Super#Games+” – 2003/Esportes

Evento: “Projeto Espaço Aberto – Feira de Lançamento” – 2005/Feira da Economia Solidária de Rondônia

Evento/2007: Depois das Chuvas, O Show. Artista: Binho. Participações especiais dos músicos Remis Michel (flautas, ritmos e efeitos percussivos) e Ronald Vasconcelos (cavaquinho, guitarra e violão), Ákilas (Boca), Elisa Cristina,  Rinaldo Santos e Michelle Saraiva (dança). Criação de cenário multimidiático digital com Exposição de Fotografias de Mário Venere, Paulo Berton, o Artista Plástico Júlio de Carvalho e a Multi-arte de Joéser Alvarez. Realizado em 13 de julho, no Teatro Um do Sesc-RO.

Evento/2008: Museu das Musas, O Show. Artista: Binho. Participações especiais de artistas convidados.

Evento/2009: Canoa Canora, O Show. Artista: Binho. Participações especiais de artistas convidados.

Evento: “Workshop**2010” – Grupo Aluandê de Estudos da Capoeira Angola e das Tradições Afro brasileiras – PROJETO APROVADO PELO EDITAL MICROPROJETOS/2010 PROGRAMA MAIS CULTURA MICROPROJETOS – AMAZÔNIA LEGAL

 

Ativididades: exposição de artes plásticas, circenses, teatro de bonecos, teatro vivo, show de música, poesia, artesanato, campanha pela paz, arrecadação de alimentos, desfile de moda, fotografias de Porto Velho (antigo), intercâmbio cultural universitário, jogos esportivos de resistência e força; exposição de biojóias, exposição de produtos indígenas, Capoeira Angola, reciclagem de lixo, exposição de produtos comestíveis.

 

Participantes: (Banda Nômades; Banda Escola Noturna; Orlando Costa e Grupo Boca do Mundo; Universitários; Carla, Hélio & Remis; Grupo Vôo Livre; Grupo de Teatro É do mela volta ou do Mela continua; Fura bolo & sua turma; Grupo de capoeira Barra Vento Mestre Xoroquinho; Grupo Sentinelas do Pampas; Bentinho; Nonato do Cavaquinho; Cobras do Forró; Grupo Ponte Aérea; Grupo Moca; Jorge Andrade; Jussara Santos; Justino; Ana Amélia; Auri Pentello; Regional Odeon; Humberto Amorim; Grupo Teatral Rádio Pirata Zé y Cá 4,4 mais ou menos dois por quatro ondas altíssimas temperadas entrando no ar com a por…; Grupo Teatral Porantim; Banda Incógnitos; Passaport; Blackout; Nilson Santos e Banda; Antônio Alves; entretenimento musical dançante com lançamento de produto comercial; Banda Artigo Indefinido; Rock Soul Funk; Lapidarius; Arma Zen; Sawana; Hip Hop; Silêncio Oculto; Máquina 15; Ciclo Evolutivo; S.A.; Maria Juana; Logan; Porta Central; Maria Melamanda; Ossos do Ofício; Banda Dogma; Ultimato; Binho; S.A.; Dj’s: Paulo Arruda; Bell Mesk); Banda Leão do Norte; Banda Beradelia.

 

10. PÚBLICO ALVO:

Famílias demandatárias da política de assistência social; profissionais e trabalhadores da assistência social; organizações sociais; redes sociais; conselhos e instituições afins; cidadãos que queiram ampliar seus conhecimentos visando maior oportunidade social e cultural.

O Teatro da Sexta Feira

animação gráfica com uso do software adobe elements 9; fotografias com um celular samsung SGH F250L 1.3 megapixels, edição de imagen corel photo paint X15

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.